quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Mulheres de visão

Visão
Encontro anual das feministas mundiais, onde discursaram a alemã, a portuguesa e a brasileira...
Primeiro falou a alemã:
Uma noite eu cheguei para o Hanz e falei:
- Hanz, seu desgraçado, a partir de hoje eu não cozinho mais, não lavo mais, não passo mais, e se você quiser vai ter que se virar sozinho.
No primeiro dia, eu não vi nada. No segundo dia eu não vi nada. No terceiro dia Hanz já estava cozinhando.
Daí em diante, Hanz cozinha, lava e passa e eu não faço mais nada.
Aplausos, gritos de entusiasmo, as feministas ficam euforias.
A portuguesa pega o microfone e diz:
Uma noite eu cheguei para o Manuel e falei:
- Manuel, seu desgraçado, a partir de hoje eu não cozinho mais, não lavo mais, não passo mais, e se você quiser vai ter que se virar sozinho.
No primeiro dia, eu não vi nada. No segundo dia eu não vi nada. No terceiro dia o Manuel já estava cozinhando.
Daí em diante, Manuel cozinha, lava e passa e eu não faço mais nada.
Aplausos eufóricos, as feministas vibram, ficam alucinadas.
A brasileira pega o microfone e diz:
Uma noite eu cheguei para o Arnaldão e falei:
- Arnaldão, seu desgraçado, a partir de hoje eu não cozinho mais, não lavo mais, não passo mais, e se você quiser vai ter que se virar sozinho.
No primeiro dia, eu não vi nada. No segundo dia eu não vi nada. No terceiro dia eu não vi nada. No quarto dia, quando os hematomas começaram a desinchar, eu já conseguia ver o tanque..

0 comentários:

Postar um comentário

 

Stats

eXTReMe Tracker